A PRIMEIRA VEZ QUE GOZEI NO CU DE UMA TRAVESTI EM RIBEIRÃO PRETO-SP | CONTO ERÓTICO TRAVESTI



ignore os erros de português, foi escrito assim para melhor dar vida a fantasia ok.

um dia desses danilo passou por minha casa e eu olhando para mãe dele pela janela,

ele percebeu e veio falar comigo, eu nem sabia que ele tinha me visto eu olhando o Cú da mãe dele, eu tava de pau duro batendo uma olhando aquele Cú grande e gostoso da mãe dele, ele me chamou da janela na hora em que eu estava de pau duro para fora, olhando o Cú da mãe dele, quase gozando, e quando ele viu meu pau, não aguentou! saiu do armário na hóra, foi quando me falou, que pauzão grande, que pauzão duro, eu já tinha conversado com danilo dias antes, cerca de casa, a cerca que dá de frente pra janela da casa dela, onde a mãe dele sempre ficava pelada, porém danilo, nunca me pareceu um cara gay , mesmo eu achando, podia ser coisa da minha cabeça, danilo me surpreendeu, me revelando o que eu queria saber, de um jeito bem safado, eu via nos olhos dele a vontade de me chupar, eu nem guardei meu pau, pois nem tinha como ele já tinha visto e eu estava sem reação, e danilo, ele nem gosta de mamar um pau, ao ver ele sedento de vontade de me chupar, foi ai que eu guardei meu pau, foi aí que consegui guardar, com medo dele brigar por causa da sua mãe, nem me passava pela cabeça que ele estava com aquela cara por me querer, doido pra cair de boca no meu pau, ai ele me disse, puto sáfado! querendo meter na minha mãe né!, éla adora que gozem no Cú dela, quando ele falou isso! fiquei doido, ele queria barganhar comigo, se eu deixasse ele me chupar, até eu gozar na boca dele, ele me daria sua mãe para eu meter todas as noite de domingo, eu pensei! pensei, foi aí que pela primeira vez, topei algo diferente em minha vida, ele entrou em casa pulando a janela, e já veio logo me beijando, com a mão no meu pau, e me chupou, me chupou na janela mesmo, olhando pro Cú da mãe dele, meu pau estava duro novamente dentro da boca dele, duro que nem rocha, foi quando eu gozei muito, gozei litros, até aí tudo bem , mais eu nem tinha percebido que a mãe dele tinha me visto sendo mamado por danilo, e viu minha reação ao gozar na boca dele olhando pro Cú dela, a safada já sabia que teria que me dar o Cú em troca daquela mamada, pois danilo já tinha feito isso antes, até o momento eu nem sonhava com a travesti e nem imaginava que no que iria acontecer depois dessa chupada, danilo depois de me mamar falou pra eu passar na casa dele no domingo dia 21 de outubro, às 21hs da noite, foi quando o dia chegou, ele me mamou no dia 18 de outubro, e chegando dia 21 domingo, eu fui chamar danilo, para bater um papo e para agilizarmos minha fóda com rabo gostoso da mãe dele como combinado, eu estava louco de tezão, ao chegar na casa dele, e o chamei, batendo na porta da casa dele, que nao tinha cerca, quem me atendeu foi a gostoza da mãe dele, dona sõnia, safadona, me atendeu de um jeito todo diferente, toda safadinha, acho que éla queria me dar ali mesmo, ela me olhava de um jeito safado, um olhar de puta, tipo, quando uma mulher tem vontade de chupar um pau, ou de levar porra no Cú e na buceta, eu fiquei de pau duro babando, e éla ao ver meu pau duro percebeu minhas intenções sorriu, eu logo pedi para que ela chamasse danilo, danilo veio sorrindo só de cueca, e pediu pra eu entrar, eu entrei e foi quando, sua mãe foi até o quarto e se trocou, e saiu falando que voltaria no outro dia, eu fiquei puto, bravo, poi já sabia que não tinha dado certo, porém isso foi proposital, danilo sabia que a mãe dele não poderia ficar ali aquela noite, e eu a vi saindo de carro , ficamos ali na casa dele tomando uma ele tinha comprado vinho e vódka, confesso eu estava desanimado, pra baixo, pensando em meter na mãe dele, foi quando ele falou que éla não era mãe dele e sim sua amiga, pois os dois eram viciados em sexo, e falou que ela tinha que ver parentes que estavam doentes em uma cidade vizinha, porém ele falou que daria um jeito de compensar a putaria daquela noite, eu fique bravo queria ir embora, não queria ser chupado por ele de novo apenas de ter sido bom, pois n momento eu nem imaginava o danilo me chupando e sim a buceta da mãe dele, que na verdade é uma amiga, depois disso eu me levantei do barzinho da casa dele, e fui em direção a porta, quando a campainha tocou, e eu na porta já que estava ali saindo abri, foi aí que vi a travesti, éla já veio me abraços alando, bebê onde vai gatinho, tá cedo ainda, a noite é uma criança, e veio pegando no meu pau, eu já fui ficando mais excitado ainda, quando ela entrou eu pirei, fiquei doido, só de ver aquele Cú grande, nossa eu tava louco de tezão, éla fechou a porta, e me puxou pro sofá, danilo viu aquilo e tiro a roupa, ao ver meu pau duro, danilo ficou de pau duro também, a tráva já foi falando:BÍCHA!, que pauzão, QUE PAU GRANDE, que saudade desse pau, ADORO VER ELE duro, e seu cuzinho como tá deixa eu ver, deixa eu línguar ele bem gostosinho, danilo pirou, os dois eram amigas que faziam tempo que não se via, de tempo de boate, ou melhor de aventuras de boate, e de aventuras de putaria. a trava foi logo mamando o danilo, e ao mesmo tempo tirando a roupa, eu ali vendo aquilo de pau duro queria tocar os peito dela, e o kHu também, foi quando ela me falou!, vem bebê, vem participar com agente, deixa eu chupar seu pau gostoso, eu olhando aquela boca, aqueles lábios carnudos, levantei do sofá, ela parou de chuopar danilo, e veio logo tirando minha roupa, tirou meu pau pra fora e começou a mamar, eu fiquei mais excitado ainda, éla com a boca no meu pau, mamando, eu nunca fui tão mamado em toda minha vida, ela mamava com gostos, com vontade, enquanto ela me chupava, ela me mostrava o quanto gostava de chupar um pau, eu por outro lado estava adorando, danílo ali, olhando éla me mamar, pirou de tezão, a trava! ao ver danilo feliz por demais, tirou o pau dela para fora, e foi logo metendo no Cú do danilo, ele gemia gostoso, levando pau de tráva grande e grosso no Cú, éla reservava entre me chupar e meter o Cú dele, foi ai que ela gozou no ku dele, danilo satisfeito, deitou no sofá e mamou éla, a travesti mesmo depois de gozar, o seu pau não ficou mole, ainda estava duro, eu que tinha tomado alguns vinhos, acabei sentando no sofá, e ela botou o pau na minha boca, eu nunca tinha chupado um pau, mamei com gosto, com o pau dela na boca, fiz tudo que ela fez no meu pau, pois eu adorei a boca dela me mamando, adorei fazer aquilo no pau dela, danilo me olhava pasmo, a travesti ficou de 4 depois de se deliciar com minha boca no pau dela, e disse: vem gato, me pega de 4, vem e arromba meu Cúzinho, eu fui sem camisinha, fui e botei devagarinho, meti no Cú daquela tráva com vontade, eu nunca tinha feito isso, me deu um tesão desgraçado, eu estava doido , meti muito naquele Cú, eu metia, metia, metia, e a travesti adorava, virava os olhos de tezão, foi ai que eu gozei, gente que putaria gostosa, ao terminarmos a putaria, fomos pro barzinho da casa dele, para tomarmos mais vinhos, e no barzinho da casa dele, eu fiquei encostado no balcão com copo na mão, olhando pras bebidas, a travesti, aproveitou e veio me mamar, éla queria leite condensado na boca, que safada, depois de me chupar gostoso, gozei de novo na boca dela, confesso foi a melhor aventura que já tive, me iniciei como um, T lóver, daquele dia em diante, eu sabia que não conseguiria ficar sem uma boa putaria com travesti, fiquei louco, e depois de toda putaria eu acabei dormindo na casa de danilo, dormi sem roupa pelado, e no outro dia a irmã de danilo chegou e me pegou dormindo, no sofá da casa dela, pelado, e com cheiro de vinho, se quiser saber o restante dessa história comente, sim, me conte como comeu o Cú da irmã de danilo.

Share on Google Plus

About Marcelo Pnto

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comments:

Post a Comment

Total de visualizações do Site